...
Все для WEB и WordPress
WEB и WordPress новости, темы, плагины

É POSSÍVEL PERDOAR AS MUDANÇAS?

1

O fato é que quando fazemos votos de amor eterno, nós mesmos acreditamos nele! Mas onde está a garantia de que nada mudará amanhã, que nossos sentimentos permanecerão os mesmos? Além disso, muitas traições são cometidas por estupidez, no calor do momento, muitos ficam horrorizados com suas ações.

Como responder à mudança? Perdoar? Para romper relações? E, se considerarmos o outro lado, confessar ou não?

Vamos considerar em ordem.

À pergunta: confessar ou não trair, a resposta é muito mais fácil. Se você acidentalmente traiu e vai salvar o casamento, é claro que não deve se gabar de seu ato, isso é inútil, só machuca uma pessoa próxima a você e pode levar a uma ruptura. Bem, se você está determinado a romper os laços do casamento por causa de um novo amor, é claro que precisa dizer isso.

Agora vamos tentar lidar com a questão: perdoar ou não perdoar?

Curiosamente, mas a experiência mostra que um homem que trai sua esposa muito raramente decide deixá-la. Normalmente, uma história com um triângulo amoroso se arrasta por muito tempo, se não infinitamente. Um homem quase sempre tenta expor à sua nova namorada circunstâncias tão pesadas que pendem como uma pedra em seu pescoço, e ele não pode se livrar delas de forma alguma, por exemplo: crianças pequenas que precisam ser criadas; uma esposa doente que não sobreviverá ao rompimento, os filhos crescerão, a esposa se recuperará. Mas, via de regra, o desfecho de um caso de amor vem por iniciativa da mulher. Talvez seja uma amante que está cansada de ouvir contos de fadas, talvez uma esposa que está cansada de compartilhar sua patroa com outra pessoa.

Diante da traição de seu marido, muitas mulheres iniciam uma verdadeira guerra por seus fiéis, e na guerra, como você sabe, todos os meios são bons! Aqui, um novo penteado, orações e um novo guarda-roupa, ameaças e negociações com uma amante, e não apenas negociações. Pois bem, instinto é coisa séria, vence o mais forte! Mas pare por um minuto, pense se você vai precisar disso depois de sua vitória? Você será capaz de viver ao lado dele, confiar nele, compartilhar suas coisas mais íntimas com ele? Você pode confiar nele com sua vida e a vida de seus filhos? Se puder, vale a pena lutar até o fim.

Há outro cenário de convivência na presença de relacionamentos paralelos. O homem afirma que não pode viver sem sua esposa, que ela é o sentido de sua vida, mas ao mesmo tempo continua mudando de tempos em tempos. Algumas esposas encontram forças para tratar essa situação com humor. Eles elaboram um cronograma para a presença obrigatória do marido em alguns eventos e deixam-lhe dias livres. Despedem-se dele com um pedido de que volte o mais tardar algumas horas. Eles cuidadosamente colocam preservativos no bolso. Você acha que isso é inaceitável? Portanto, esta não é a sua opção, mas é bastante viável e não tão rara. Os cônjuges, por assim dizer, jogam um jogo especial que ocorre dentro de certos limites e que tem suas próprias regras.

Algumas esposas toleram conscientemente a infidelidade de seus maridos se o marido garantir plenamente o bem-estar da família em um nível suficientemente alto: escolas de elite para crianças, compras caras, um carro de luxo, férias em resorts famosos O que é isso, o preço para uma vida luxuosa? Ou a consciência de que certo nível material em termos de status requer uma amante, como naquela piada? E em nenhum caso essas mulheres devem ser condenadas, elas escolheram para si um modelo de vida que lhes dá um certo nível de bem-estar e, para isso, proporcionam ao cônjuge um certo grau de liberdade.

Os psicólogos acreditam que, se você ainda decidir lutar por seu marido, precisará agir com muito cuidado e paciência. Escândalos são categoricamente excluídos de qualquer forma! Tente atualizar sua aparência. Encontre novos hobbies com seu marido para passar o máximo de tempo possível juntos, mas não para limpar o apartamento ou cavar o jardim, mas para atividades interessantes para ambos, por exemplo, ir à academia juntos, pescar, ir ao teatro, visitar amigos. Estabeleça algum objetivo comum, por exemplo, construir uma casa, ou comprar uma casa de veraneio no litoral, ou fazer uma viagem a terras distantes. Lembrem-se juntos dos momentos agradáveis ​​de sua vida juntos, olhem as fotos, alegrem-se com os sucessos dos filhos, sem esquecer de enfatizar que eles têm isso – no pai e isso – na mãe. Essas manobras simples geralmente terminam em sucesso.

E, finalmente, se você decidir que não pode perdoar, que precisa ir embora, faça isso imediatamente! O prazer do alongamento é uma dor extra para você e para seus entes queridos.

Há muito mais opções, cada casal pode desenvolver seu próprio modelo de comportamento, o mais importante, tentar minimizar os pontos negativos, já há bastante deles nessa situação.

E, mais importante, uma vez que você tomou uma decisão, fique com ela. Perdoe-me e não censure seu marido por traição. Esqueça de sair, desenhe uma linha e entre em uma nova vida, não deixe um rastro de roupa suja atrás de você.

A vida continua de qualquer jeito!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação